Eu não sei se na sua igreja os pastores despedem o povo no final do culto com a benção apostólica, na minha igreja sim.
Baseado no texto de 2 Co 13:14
A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém”.
Diante desta bênção que derramada todos os cultos, uma gama de pessoas deixa isso passar sem dar a devida para este ato.
Vamos meditar junto, esta bênção ela é completa porque nela estão as três coisas que os filhos de Deus precisam no seu dia-a-dia:
 
I-             Graça (Filho)- s.f. Favor, benefício, mercê: pedir, conceder uma graça. Isto é, o nosso Senhor Jesus, nos deu esta dádiva. A cruz que ele levou as pisaduras, o castigo e as enfermidades que eram nossas, Ele levou sobre si (Is 53:5). Necessitamos da graça do Senhor Jesus todos os dias, seja no nosso lar, no serviço, na escola e etc. Se não fosse a graça D’ele, onde estaríamos nós agora, em qual situação nós encontraríamos neste momento? Lembre-se de Paulo, quando ele se queixava do espinho na carne, qual foi a respostas que recebeu do próprio e amado Jesus? “E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo” (2 Co 12:9). Poderia passar horas escrevendo sobre a graça do nosso amado e doce Jesus, mas vamos ao próximo passo.
 
II-            Amor (Pai)-s.m. Afeição viva por alguém ou por alguma coisa: o amor a Deus, ao próximo, à pátria, à liberdade. O que seria de nós sem o amor de Deus? Antes de nós o amarmos, Ele nos amou primeiro. Este amor foi tão grande que até mesmo não poupou o seu único filho (Jo 3:16). E por que Deus fez isto? Para nos ensinar que devemos amar ao próximo, com o mesmo amor. O amor de Deus está presente em Jesus, porque fazer o que Ele fez, foi somente por amor. Por isso Ele exige que nós praticamos este mesmo amor ( Mt 22: 37,39; Cl 3:19; 1 Co 13).
 
III-           Comunhão (Espírito Santo)- s.f. União na mesma fé: comunhão dos fiéis. O que adianta se nós falarmos que temos a graça e o amor e não temos comunhão na nossa família, com os nossos vizinhos, com as pessoas de nossos serviços ou até os irmãos da igreja? Nada. Assim como o Pai, o Filho e o Espírito Santo são um, nós precisamos também destes três elementos que nos são dispensadas na bênção apostólica. Temos que ter em mente que somos membro do corpo de Cristo, e que o seu corpo não tem defeito (1Co 12:14; Rm 12:5).
 
Amados, estou sintetizando bem este assunto, mas quero que você tenha em mente que desde a oração inicial, até a bênção apostólica, o nosso Deus está dispensando sobre a sua vida grandiosas bênçãos, quem sabe se você ainda não recebeu a sua vitória, pois quando chega este momento tão solene, Você já está no pátio da igreja, ou conversando com seu irmão, e porque não sendo infestado com praga desta década: o celular. A frase é clichê “o culto só acaba quando termina” (troquei a palavra jogo pelo culto).
O Senhor Deus tem prazer em nos abençoar, mas para isso precisamos ficar atento, veja como Eliseu conseguiu receber a porção dobrado do espírito que estava sobre Elias.
Primeiro- ele pediu.
Segundo- ele persistiu
Terceiro- ele ficou atento
Espero que possa ter acrescentado algo na sua vida com Deus, peço a sua oração em meu favor e da minha família e até a próxima.
Autor: Pb. Carlos Roberto, por Pb. Flávio Pinheiro